no blog na web

Você sabia?

      Que a decoração de um ambiente pode falar muito de você?!!!
      As cores, as roupas e a personalidade podem ser utilizados no ambiente!!

 By Arquiteta Luciana Moterani
 
      Quer saber como?!
 
    By Arquiteta Luciana Moterani


      Entre em contato conosco que te contamos!!!   

Novos Efeitos Decorativos - Tintas Suvinil

      Boa noite queridos!!

      Sabe que ontem, dia 17/11, a empresa RN Tintas e Ferramentas promoveu um curso top 10 com os novos efeitos decorativos das Tintas Suvinil?!


      Nossa empresa não podia perder esta novidade, e por isto marcamos presença neste evento que repercutiu várias aprovações entre os profissionais da área na cidade e região.
      
      Os melhores efeitos que recomendamos são:

* Marmoratto
* Camurça (recomendamos)
* Listras (adoro e já tem matéria sobre)
* Concreto
* Aço escovado
* Lunar
* Palha 
* Jeans



      Mais detalhes da aplicação de cada efeito, acesse: 
      http://www.suvinil.com.br/efeitos/


      Parede brancas estão ultrapassadas. A moda agora é usar e abusar das cores, e isto deve ser feito por profissionais como arquitetos e design de interiores, que com certeza irão adequar a cor que mais combina com seu estilo e personalidade.

      Se você quiser dar uma cara nova, sair da "mesmice" e tornar a convivência mais agradável e aconchegante, inspire-se e renove-se com as novidades das Tintas Suvinil!!

      Até a próxima!!

Listras em Paredes

Ousadia ou Discrição. Listras coloridas nas paredes conseguem transmitir essas duas características. Parede bicolor, com larguras de faixa diferentes, listras horizontais, verticais... Sempre podemos usar duas ou mais cores na mesma parede, desde que elas sigam um jogo harmônico. A composição de cores claras e escuras dá um efeito elegante. Para mais ousadia, você pode utilizar dois tons vibrantes, o que transmite uma sensação intensa aliada à sofisticação. Para um estilo clássico e clean aposte na combinação do tom sobre tom. 


 Listras assimétricas estão em alta, tanto faz se na horizontal ou vertical. Vale misturar mais de dois tons, combinando duas ou três cores fortes com duas cores fracas. As listras de larguras variadas resultam em um efeito inusitado e divertido. O único cuidado é não deixar listras perto de listras: se a parede possui faixas coloridas, o sofá e outros objetos de decoração devem ser lisos.


LISTA DE MATERIAIS

Para o fundo
  • Tinta acrílica com efeito metalizado
  • Rolo de espuma
  • Bandeja para tinta
Para o efeito
  • Tinta acrílica com efeito metalizado em vários tons
  • Rolo de espuma
  • Bandeja para tinta
  • Fita crepe

PREPARAÇÃO DE FUNDO

1 - Com o rolo de espuma, aplique de duas a três demãos de tinta acrílica com efeito metalizado na cor escolhida sobre a superfície, respeitando o intervalo de secagem.
Após 24 horas a superfície estará completamente secar pronta para receber o efeito.


EFEITO

2 - Faça um projeto (desenho) definindo a espessura das listras e a distribuição das cores.
3 - Divida a superfície com a fita crepe, criando as listras de acordo com o seu projeto.

 
  
4 - Aplique de uma a duas demãos, sempre respeitando o intervalo de secagem entre demãos.

5 - Quando a superfície estiver seca ao toque, após a última demão (aproximadamente 2 horas), retire as fitas com cuidado para não danificar o trabalho.

 

Para maiores detalhes, veja o vídeo da página da Suvinil:
www.youtube.com/watch?v=Gi4ozpLEdDI&feature=player_embedded


DICAS PARA A PINTURA
  • Verifique na embalagem as instruções de diluição e tempo de secagem.
  • Isole as paredes laterais com fita crepe antes de começar o trabalho.
  • Se as faixas forem horizontais, aplique a tinta na parte superior antes da inferior para não haver problema de respingos na cor de baixo. Se houver, será necessário repintar a superfície.


Fonte:
http://guia.visualtintas.com.br/2010/08/efeito-listras.html
www.suvinil.com.br

Como fazer Texturas em Paredes


Bom dia caros seguidores!


Hoje trouxe uma dica legal de como fazer a sua própria parede com textura! É rápido e fácil! 
 
A textura oferece várias opções de combinação, sem contar que combina com qualquer ambiente, desde um quarto, sala, banheiro, ambientes externos, conforme sua criatividade mandar. É comum entrarmos em uma casa e nos depararmos com uma ou duas paredes com textura, mas para quem não quer todas as paredes com esse efeito existe a opção de trabalhar apenas uma parede da sala, do quarto, do banheiro.

     Você pode fazer a textura do jeito que quiser, na cor que quiser, e no formato que quiser, basta usar toda sua imaginação e criatividade. Para quem pensa que é complexo fazer a texturização, está enganado, pois as ferramentas usadas são facilmente encontradas nas lojas de material para construção ou tintas.

Efeito Texturizado Rústico


Técnicas de Efeitos Especiais com o Texturizado Rústico

Principais Características do Texturizado Rústico:
 
• Repelente à água.
• Corrige imperfeições.
• Dispensa o uso de massa corrida.
• Alta durabilidade e resistência a intempéries
• Possui grandes cargas especiais que auxiliam na formação do efeito,
• Resultando num revestimento mais marcante e evidente.


Efeito de Textura Riscado com base colorida

Lista de Materiais
- Texturizado Rústico Coral Dulux (na cor preferida)
- Desempenadeira plástica
- Desempenadeira de aço
- tinta látex Coralmur (da mesma cor do Texturizado)
- Rolo de Lã com Cabo


Como fazer o Efeito:
1 - Aplique com rolo de lã e pincel uma demão de tinta látex Coralmur como fundo.
Use a tinta da mesma cor do Texturizado Design escolhido.
Deixe secar.
 


2- Aplique Texturizado não diluído espalhando com uma desempenadeira de aço
Obs: Sempre em áreas máximas de 2m².




3- Para obter o efeito riscado, utilize uma desempenadeira plástica em movimentos verticais de cima para baixo e de baixo para cima diversas vezes.





Se você não dispõe de dinheiro para contratar um profissional para fazer a textura da sua parede, você mesmo pode comprar o material e fazer o trabalho.

Então vamos lá...mãos a obra!!

 
Fontes de pesquisa:
Tintas Coral 
http://www.momentodaarte.com.br/texturas-em-paredes
Dicico Home Center

Piso Laminado - Tendência do Momento


      "Eles estão cada vez mais presentes nas residências, muitas vezes compondo ambientes com os pisos frios. Por isso, os laminados são uma boa opção para a decoração da sua casa."

      Recomendo principalmente para salas de estar, quartos e escritórios!!

      Os pisos laminados, vinílicos e de madeira vêm ganhando espaço no mercado e no gosto do consumidor. E, contrariando a teoria de que lugar de piso laminado e vinílico é em loja de decoração, é possível encontrá-los nas revendas de material para construção, dando uma atenção especial à apresentação dos produtos e, principalmente, facilitando o processo de instalação ao consumidor. Os pisos laminados invadiram inclusive a última edição da Revestir, a maior feira do segmento realizada no Brasil, dividindo o espaço e as atenções do público com os revestimentos cerâmicos,granitos e mármores.

     Os produtos complementares também devem ser olhados com critério pelos consumidores. Para decorar a sua casa com tais pisos – que podem ser utilizados na sala ou dormitórios – é bom ficar atento, também, aos acessórios, componentes importantes na boa apresentação do seu ambiene.

      A linha de produtos de manutenção (limpeza e proteção), para otimizar a performance do piso, é indispensável.

      Empresas como a Mercur, por exemplo, oferecem aos seus clientes, com o produto, um folheto com instruções de manutenção. Já os pisos da Formica necessitam de rodapés de madeira para complementar sua aplicação, pois o item não faz parte de linha.

      "A instalação é uma das partes mais importantes do processo, pois por melhor que seja o produto, se não for bem instalado vai ficar feio."


Fonte: Dicico – Home Center - Internet

O que é Desenvolvimento Sustentável?

      Olá amigos!!

      Trago hoje uma matéria super interessante sobre a grande tendência da atualidade. Já ouviram falar em DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL?

 
O que vem a ser Desenvolvimento Sustentável?

       Acompanhamos no dia-a-dia o quanto o ser humano está destruindo o meio  ambiente.
O crescimento das cidades, as indústrias e os veículos estão causando transtornos para o ar, o solo e as águas. O desenvolvimento é necessário, porém, o ser humano precisa respeitar o meio ambiente, pois dependemos dele para sobreviver neste planeta.

      Desenvolvimento sustentável significa conseguir, obter o necessário  desenvolvimento econômico, garantindo o equilíbrio ecológico.

 
Sugestões para o desenvolvimento sustentável:
· Reciclagem de diversos tipos de materiais: reciclagem de papel, alumínio, plástico, vidro, ferro, borracha, etc;

· Coleta de lixo;

· Tratamento de esgotos industriais e domésticos para que não sejam jogados em rios, lagos, córregos e mares;

· Descarte de baterias de celulares e outros equipamentos eletrônicos em locais especializados. Estas baterias nunca devem ser jogadas em lixo comum;

· Geração de energia através de fontes não poluentes como, por exemplo, eólica, solar e geotérmica.

· Substituição, em supermercados e lojas, das sacolas plásticas pelas feitas de papel;

· Uso racional (sem desperdício) de recursos da natureza como, por exemplo, a água;

· Diminuição na utilização de combustíveis fósseis (gasolina, diesel), substituindo-os por  biocombustíveis; 

· Utilização de técnicas agrícolas que não prejudiquem o solo;

· Substituição gradual dos meios de transportes individuais (carros particulares) por coletivos (metrô);

· Criação de sistemas urbanos (ciclovias) capazes de permitir a utilização de bicicletas como meio de transporte eficiente e seguro;

· Incentivo ao transporte solidário (um veículo circulando com várias pessoas);

· Combate ao desmatamento ilegal de matas e florestas;

· Combate à ocupação irregular em regiões de mananciais;

· Criação de áreas verdes nos grandes centros urbanos;

· Manutenção e preservação dos ecossistemas. 

      Estas são apenas algumas sugestões para que o ser humano consiga estabelecer o equilíbrio entre o desenvolvimento econômico e a manutenção do meio ambiente. Desenvolvimento sustentável é o grande desafio do século XXI e todos podem colaborar para que possamos atingir este importante objetivo.

      Geração de energia eólica e solar: colaborando para o desenvolvimento sustentável. 

 Energia Eólica


  Energia Solar


      Como agora já sabem o que vem a ser estas palavras tão faladas  nos dias de hoje, proponho a vocês a colaborarem com o Meio Ambiente!!! Então...mãos a obra começando pela própria residência de vocês!! 


      Se cada um fizer a sua parte, conseguiremos ter um Mundo mais limpo e reciclável!!


      Uma boa noite a todos!! Até a próxima!



Fonte: http://www.suapesquisa.com
                     www.ecologiaurbana.com.br  

Por que contratar um Arquiteto(a)?


      Arquitetos(as) são profissionais com formação, experiência e visão global para antecipar situações de planejamento arquitetônico e urbano procurando:

a)otimizar custos


b) prever etapas do processo construtivo auxiliando na realização de um programa arquitetônico que se adeqüe às demandas de utilização


c) definir espaços, especificar os materiais adequados e a técnica construtiva pertinente, com total atenção às qualidades estéticas.


       Ao considerar a expansão de suas instalações comerciais, a construção de um novo imóvel ou a reforma de sua residência, por exemplo, a orientação de um arquiteto pode conduzi-lo ao desenvolvimento de soluções criativas com responsabilidade, a partir da compreensão das suas necessidades pessoais ou comerciais, com significativos ganhos na eficiência, conforto e produtividade. 

Fonte: Luciana Moterani Arquiteta

Hall - A 1ª Impressão é a que fica!


      Boa tarde queridos amigos!!

      Vamos falar de 1ª impressão? Pois é, como na nossa vida, em qualquer construção, o Hall deve ter o seu valor destacado e bem decorado. Logo na entrada, este ambiente transmitirá em resumo o estilo da pessoa que ali habita.

      Confiram mais detalhes na matéria!!

   Fonte: animepro.com.br

 
      O hall apresenta a casa e, por isso, merece devida atenção no momento em que o projeto é desenvolvido.
      A sensação de bem-estar de uma casa deve ser transmitida logo quando se chega. Esta é uma das funções do hall de entrada, que deve ser bem planejado e decorado, para cumprir este papel.
      Além disso, o ambiente deve apresentar o clima da casa e conduzir quem entra. No hall acontece o primeiro ponto de contato entre o visitante e o ambiente interno. Depois da fachada, é o elemento que incitará curiosidade.
     Deve ser acolhedor, já que deve receber com conforto - diz-se que o hall funciona como ante-sala de espera. Este ambiente é um 'divisor de águas' entre a entrada e o restante da casa, e deve ser impactante, marcante e convidativo.

Dicico Home Center – Internet (fonte)

14 Idéias para Delimitar Espaços Integrados


     Olhem só que bacana as idéias da revista Casa e Construção UOL sobre espaços integrados. Ideal pra quem mora em pequenos espaços!

      Espero que vocês curtam! ENJOY IT!
 
      A proposta pode ser de união completa, mas às vezes é preciso demarcar as funções de cada ambiente. Para isso, é essencial ter criatividade. Selecionamos soluções bem diferentes – uma delas cabe no seu projeto!



1 Sanca com iluminação

       O recorte no gesso acima das portas de vidro percorre a sala de estar de ponta a ponta. A iluminação é feita com spots e lâmpadas halógenas, proporcionando uma luz amarelada. A sanca menor abriga xenon (lâmpada incandescente preenchida com um gás com duração de 30 mil horas). “Dependendo do tipo de iluminação, os ambientes podem ficar mais isolados ou integrados, por causa da absorção de luz pelo vidro jateado”, diz o arquiteto responsável pelo projeto luminotécnico Guinter Parschalk.



2 Folhas de vidro
       Usada para separação da sala de jantar e do living principal, a porta é composta por quatro folhas de correr (158 cm x 270 cm cada) de vidro temperado laminado com desenho acidato. “O objetivo principal da separação dos ambientes foi manter, quando necessário, certa privacidade à sala de jantar, especialmente quando a mesa está sendo posta, ou após as refeições”, diz Thais Dick, que projetou a residência juntamente com seu sócio, o também arquiteto Patrick Hüppi, do escritório rd2b. As quatro folhas possibilitam diversas formas de abertura, ou o fechamento total. 


 
3 Pisos diferentes

       Na sala de lareira o piso é de madeira cumaru. No mesmo espaço, um living mais formal que abriga um piano tem o revestimento de pastilhas brancas (Vidrotil). Entre os dois ambientes há uma faixa de vidro que demarca essa transição. A mudança dos materiais de acabamento delimita visualmente cada espaço no projeto da arquiteta Jamile Helou. A arquitetura também ajuda nessa função com o pilar estrutural e a diferença da altura do pé-direito em cada ambiente.
      A proposta pode ser de união completa, mas às vezes é preciso demarcar as funções de cada ambiente. Para isso, é essencial ter criatividade. Selecionamos soluções bem diferentes – uma delas cabe no seu projeto!




4 Painel de concreto

       O painel recortado de alvenaria faz a divisão do estar e jantar com o home theater, separando parcialmente a área social do apartamento de 200 m². Por ser estrutural, a parede não pôde ser completamente removida na hora da integração dos espaços e a solução foi fazer um recorte na alvenaria. “Quem visita o apartamento pensa que se trata de uma escultura. A viga baixa de 1,90 m impediu que fizéssemos um salão totalmente integrado, então sugerimos uma solução criativa que o proprietário adorou”, dizem os arquitetos Bárbara Bratke e Orlando França. A estrutura metálica por dentro da armação foi preenchida com concreto e pigmento preto na massa. As laterais têm passagem livre. 




5 Vigas estruturais
       As salas de jantar e estar completamente integradas tem seus espaços delimitados pelas vigas estruturais de madeira do tipo vagão. Elas ficam aparentes no teto e percorrem os ambientes de ponta a ponta no projeto do escritório Forte, Gimenes e Marcondes Ferraz. No piso, acompanhando as vigas, e também delimitando ambientes, há faixas de madeira pequiá certificada.




6 Lareira

      Dividindo os ambientes, a lareira pode ser usada nos dois espaços. O elemento ajuda a demarcar as salas e é uma solução prática encontrada pelos arquitetos, já que a casa é envolta por vidros e, portanto, seria inviável construir a lareira apoiada em uma das paredes. O elemento é feito de aço corten e possui base de concreto resinado.



7 Alturas do teto
       A casa projetada em um terreno acidentado foi construída em dois blocos que possuem alturas distintas. “Essa diferença determinou também soluções internas e pudemos brincar com os tetos sem ter de trabalhar com gesso”, conta a arquiteta Ana Rita Sousa e Silva. Na sala de estar, o pé-direito é de 2,70 m até a laje, e na sala da lareira ele vai até 3,3 m. Nessa parte, a estrutura de madeira pintada de preto do telhado fica aparente e há um forro de esteiras de bambu trançado.


8 Meia parede

       O pequeno apartamento de 30 m² precisava de espaços unidos para ganhar amplitude. A arquiteta Karina Afonso juntou sala e cozinha e delimitou os espaços com meia parede que suporta a bancada. Com 3,2 m², a cozinha é divida por uma parede de drywall com nicho para prateleiras, e uma bancada serve de apoio para ambos os ambientes. “Por ser um espaço pequeno, todos os cantos precisam ser aproveitados. O nicho serve para guardar objetos e dar leveza ao fechamento”, explica à profissional. Os espelhos no fundo dos nichos provocam a sensação de profundidade.




9 Mobiliário

       O pequeno apartamento é completamente integrado no projeto do arquiteto David Bastos. Sala, cozinha e jantar ocupam a mesma área e cada ambiente tem sua função demarcada pelos móveis. A mesa de refeições é voltada para a cozinha e encosta no sofá que divide o espaço de jantar do estar. O piso também tem papel importante nessa limitação de espaços: a cozinha recebe um deque de madeira e os demais ambientes são revestidos com marmoglass branco.

 


10 Painel para a tevê

       No mesmo projeto do arquiteto David Bastos, a suíte é parcialmente separada do restante do apartamento por um painel de alumínio. Ele serve de fundo para a estante da sala e também faz às vezes de parede para a tevê do quarto. Todo o cabeamento fica embutido no painel. A estrutura tem 1,50 m de largura e 2,50 m de altura e a espessura é de apenas 5 cm.
 


11 Persiana

       Quarto e banheiro se comunicam, mas podem ficar isolados quando for conveniente. A sugestão do arquiteto Glen Finch é delimitar os espaços por um vidro fixo em formato “L” com esquadria de alumínio preto e persiana de madeira. “Eu queria a persiana nesse material para combinar com o ofurô, deque e piso, mas tive de tingi-la para que o tom chegasse perto dos outros elementos”, justifica Finch.

 


12 Desníveis

       Estar e jantar foram construídos em alturas distintas por causa do desnível do terreno, mas eram isolados por uma parede de alvenaria. Na reforma executada pelas arquitetas Beth Bailly e Juliana Queiroz, da Space Planning, a divisão veio a baixo e agora um degrau delimita os espaços. “Enquanto fazemos as refeições na sala de jantar, mesmo sentados, temos a vista privilegiada da mata preservada do lado de fora”, explica Beth. No piso, o cimentício da Solarium foi preenchido com uma faixa de pastilhas de vidro (Vidrotil), que forma, também, uma divisão visual.

 


13 Trilhos para porta de correr
       Todas as paredes do térreo foram demolidas e os ambientes sociais se unem ao jantar e à cozinha. Contornando o espaço de preparo das refeições, a arquiteta Graciela Piñero instalou trilhos e contornos que permitem a abertura ou o fechamento de uma porta de correr de madeira ripada, que pode ser escondida na alvenaria.



14 Cores diferentes

       O apartamento tem os ambientes predominantemente brancos e integrados. Para delimitar as funções de cada espaço, os arquitetos Gustavo Pimenta, Cláudia Pimenta e Patrícia Franco se valeram das cores. A parede principal da sala de estar foi pintada com tinta acrílica da Coral (ref.: Mousse de Uva em acabamento Toque Sublime). “Apenas trabalhando com cores, conseguimos diferenciar os ambientes sem a necessidade de grandes intervenções. Na parede oposta, por exemplo, utilizamos papel de parede emoldurado com painéis de madeira”, finalizam.
 



Fonte: http://revistacasaeconstrucao.uol.com.br
Texto: Renata Cattaruzzi

Curriculum - Luciana Moterani


  C U R R I C U L U M


FORMAÇÃO

  • Graduação em Arquitetura e Urbanismo. UNIVERSIDADE DE ALFENAS – UNIFENAS – Alfenas/MG, conclusão em 2001.


EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

  • 2000 a 2001 – Estágio no Patrimônio Histórico de Varginha – Setor vinculado á Prefeitura de Varginha/MG – Tel: (35) 3690-2000
Cargo: Assistente na análise dos projetos


  • 2002 a 2005 – Construtora Casa Minas – Varginha/MG – Tel: (35) 3214-3870
Cargo: Arquiteta/ Assistente de projetos


  • 2003-2007 – AVEA (Associação de Valorização da Engenharia e Arquitetura de Varginha-MG) – Tel: (35) 3221-6380
Cargo: Diretoria (1ª secretária) 

  • Desde 2005 – Escritório próprio arquitetura e design – Tel: (35) 3212-3635
Cargo: Arquiteta


  • Desde 2009 – Seção de Arquitetura e Engenharia – FHOMUV – Fundação Hospitalar do Município de Varginha – Hospital Bom Pastor – Tel: (35) 3690-1000
Cargo: Arquiteta Encarregada do setor



QUALIFICAÇÕES E ATIVIDADES PROFISSIONAIS

  • Informática básica
  • Curso de AutoCad
  • Curso de Photoshop
  • Curso de Paisagismo Gustaf Winters
  • Curso de Decoração CRIART- 2010


INFORMAÇÕES ADICIONAIS

  • Profissional do Ano 2008 Varginha/MG - Coluna Alfredo Kalles Junior
  • Revista da 3ª Mostra - Móveis América de Perdões/MG – 2007
  • Revista Movimento Varginha-MG – Março 2008
  • Revista Saúde In Forma – Fevereiro 2009
  • Matérias em jornais locais

Mídia - Arquiteta Luciana Moterani

Boa noite caros leitores!!

É com grande satisfação que, venho contar um pouquinho da minha carreira, que está apenas se iniciando, mas que vem somando várias conquistas neste últimos 09 anos de caminhada!

Gostaria de dividir um pouco destes momentos com vocês!!


Diretoria AVEA - 1ª Secretária - Período 2004 a 2008
 
  Projeto Casa Legal (projeto POP custo acessível) - AVEA 2007


América Decor 2007 - Móveis América Perdões/MG
Parceria arquiteta Ramsine Kézia

 

 Palestra Paisagismo - Informativo AVEA - 2007
  

 Perfil Associado - Informativo AVEA - 2007
    
Matéria - Jornal Sul de Minas - 2008



 Matéria - Jornal Sul de Minas - 2008

 
 
 Coluna Alfredo Junior - Business e Entretenimento - Abril/2008
 
  Coluna Alfredo Junior - Business e Entretenimento - Julho/2008
 

 Coluna Alfredo Junior - Business e Entretenimento - Dezembro/2008


 Matéria - Revista Movimento - 2008

 
 
  Propaganda - Revista Saúde In Forma - 2009

 
 Matéria - Revista Saúde In Forma - 2009

 
Matéria - Revista Movimento - 2010


 
Revista Saúde In Forma - Dezembro/2010


Em breve voltarei com novas matérias e propagandas!! 


Um grande abraço a todos!
 

Dircenéia Moterani

Atuante na área de decoração e artes, é uma das mais requisitadas e experientes profissionais de Varginha. Lança mão de recursos como luz, cor e materiais diversos, para obter uma disposição harmoniosa dos objetos no espaço.